Se você é desses que têm espírito aventureiro, fazer as malas e conhecer o mundo deve ser um grande sonho. Que tal transformá-lo em realidade fazendo um mochilão pelo Brasil? Várias pessoas já têm aderido a essa modalidade de viagem, aproveitando as riquezas do nosso país.

Antes de sair explorando por aí, é preciso planejar o roteiro, quanto tempo você passará viajando, as roupas mais adequadas ao seu destino e, claro, o orçamento. Afinal, para evitar imprevistos, todos esses detalhes precisam ser muito bem pensados.

A seguir, daremos algumas dicas para fazer um mochilão incrível pelo Brasil, confira!

Orçamento
O primeiro passo é definir quanto você pode gastar, é isso que guiará o seu planejamento. Considere um gasto diário em torno de R$100 a R$200 por pessoa. Claro que isso depende da região, meios de transporte/passagens, datas e alimentação.

Busque comprar os passeios e reservar a hospedagem com antecedência, assim você consegue preços melhores e evita surpresas desagradáveis.

O orçamento necessário para um mochilão pelo Brasil se diferencia de uma viagem para um lugar específico — é preciso considerar o tempo de estadia nos lugares, e lembrar que cidades muito procuradas podem ter um valor elevado.

Destinos
O Brasil é um país muito grande, rico em cultura e belezas naturais, por isso as opções são incontáveis. Com tanta variedade, a primeira coisa a fazer é escolher uma região: que tal as belas praias do Nordeste ou as rotas ecológicas do Centro-Oeste ou do Norte?

Há também quem prefira o friozinho da Serra Gaúcha ou os encantos do litoral do Sudeste. Ou ainda cidades mais tranquilas e com clima agradável como o interior paulista e cidades históricas de Minas Gerais.

Depois dessa etapa, você deve definir os estados e cidades que não podem faltar na viagem. Pesquise na internet e peça dicas de amigos para montar o roteiro ideal de acordo com seu orçamento.

Tempo ideal
O período da viagem deve ser definido com base no roteiro, atentando-se para o tempo de deslocamento entre os destinos, paradas e visitação das atrações turísticas. No entanto, uma média de 15 dias é o mínimo para aproveitar bem um mochilão, pois permite ficar alguns dias nas cidades e curti-las ao máximo.

Contando com o tempo de deslocamento entre as cidades, o ideal é reservar ao menos 20 dias para o roteiro completo, já incluindo o dia de saída e a volta para casa.

Passagens
Com o roteiro definido, você já sabe onde seu mochilão vai começar e terminar. Agora é hora de comprar as passagens, e a tecnologia será sua aliada. Você pode acessar diversos sites que vendem passagens de avião e ônibus e encontrar os melhores preços.

É importante se atentar ao período que você pode permanecer viajando e comprar passagens com antecedência, para garantir um melhor proveito dos destinos.

Roupas
Escolha suas roupas mais confortáveis e com as quais se sente melhor. Pesquise o clima dos destinos e leve peças adequadas e em quantidade suficiente para atender o período da viagem. Confira se é viável lavar as suas roupas durante o percurso — isso ajuda bastante na hora de colocar tudo dentro da mochila.

É comum que as pessoas comprem roupas novas nos lugares por onde passam. Essa é também uma forma de levar consigo as memórias afetivas relacionadas àquela viagem e destino. Se esse é seu objetivo, você pode levar uma quantidade menor de roupas e reservar espaço para as novas.

Mochila
A mochila será sua fiel escudeira, por isso, invista em qualidade para não passar apertos. Opte por produtos feitos com materiais resistentes e que possuam bolsos e compartimentos que facilitem o armazenamento. O tamanho depende da quantidade de bagagem que você deseja levar e da duração do mochilão.

Caso planeje acampar em algum lugar, escolha uma mochila própria para a carga de camping. Elas exigem preparo físico, já que são mais pesadas de carregar, e não são a melhor opção se seu roteiro incluir longas caminhadas.

Roteiros
O roteiro depende muito do estilo e das preferências de cada mochileiro, mas vamos dar alguns exemplos simples para você se inspirar. Nesse primeiro planejamento, simulamos uma viagem de 16 dias pelo Nordeste (da Bahia até Pernambuco) feita de carro/ônibus.

Bahia: Salvador (2 noites), Morro de São Paulo (2 noites), Mangue Seco (1 noite);

Sergipe: Aracaju (2 noites);

Alagoas: Maceió (3 noites), Maragogi (2 noites);

Pernambuco: Porto de Galinhas (2 noites), Recife (2 noites).

Para esses destinos de praia, a preparação inclui não deixar faltar protetor solar, roupas de banho, roupas leves e respiráveis, calçados confortáveis, além de evitar sapatos fechados e com salto. A época do ano interfere muito no preço de passagens e hospedagem.

O verão é a alta temporada desses destinos turísticos, então, para ter um preço amigável somente com promoções ou compra muito antecipada. A vantagem da região nordeste é que é possível encontrar boas temperaturas nas cidades no outono e na primavera, ganhando vantagem em preço e aproveitamento do clima para os passeios.

Nossa segunda simulação de roteiro de mochilão pelo Brasil inclui 16 dias pelo interior do Rio Grande do Sul até Santa Catarina, confira!

Santa Catarina: Lages (2 noites), Urupema (2 noites), Urubici (1 noite), São Joaquim (1 noite), Bom Jesus da Serra (2 noites);

Rio Grande do Sul: Porto Alegre (2 noites), Gramado (2 noites), Canela (2 noites), Bento Gonçalves (1 noite), Caxias do Sul (1 noite).

As cidades que citamos no roteiro acima pertencem à região serrana catarinense e gaúcha. São destinos muito procurados no outono e inverno. Por tanto, o preço nesse período é mais elevado. Para quem gosta do inverno, é necessário se preparar, pois é normal que as cidades amanheçam com temperaturas próximas ou abaixo de 0.

É possível ainda aproveitar um clima agradável comprando passagens para o começo do outono e para o fim do inverno ou começo da primavera. A altitude elevada garante o clima frio mesmo fora do auge do inverno.

Mesmo que você faça um bom planejamento financeiro para o seu mochilão, imprevistos acontecem, especialmente com relação à compra ou reposição de materiais para a viagem. Antes de viajar, compre equipamentos de qualidade para levar na mala. Isso reduz custos e evita perdas de tempo.

Agora que você já conhece as principais dicas — como pouca bagagem, transporte público (quando possível), hospedagem simples e muita aventura — é só planejar seu mochilão pelo Brasil e contar com a eJacaré como sua parceira de aventura.

Você tem mais amigos que possam se interessar em como fazer mochilão pelo Brasil? Compartilhe este post nas suas redes sociais e deixe-os saber de nossas dicas!

Autor

Escreva um comentário

Share This