O camping é uma ótima forma de ficar em contato com a natureza, se divertir e praticar esportes. Por mais que seja uma modalidade de lazer sem muitas regras, é preciso planejamento. Além de preparar um kit com mochila, barraca, saco de dormir e outros acessórios, é preciso pensar na comida de acampamento.

A duração do passeio é o primeiro ponto a ser analisado para levar comida suficiente. Muitos acabam extrapolando nesse quesito e exageram nas quantidades. Por isso, é importante fazer o cálculo entre o tempo e a quantidade de pessoas a fim de evitar o desperdício.

Geralmente os campings oferecem uma cozinha coletiva. Mas, se essa não for uma opção disponível no local, o fogareiro será o seu melhor amigo na hora de cozinhar e socializar com os outros campistas. Confira as dicas para organizar a sua alimentação!

1. Leve os equipamentos adequados

No Brasil existem excelentes áreas de acampamento. Depois de escolher o destino é necessário entrar em contato com o local para saber se há cozinha e utensílios disponíveis.

Em todos os casos, o fogareiro é uma boa alternativa para prevenir ou se resguardar de imprevistos. Você também vai precisar de fósforo ou isqueiro, panela, copo e talheres. A bolsa térmica é uma ótima aliada para as trilhas mais longas, pois ela mantém a água e os alimentos fresquinhos por mais tempo.

2. Escolha comidas fáceis de preparar

Diga a verdade: ninguém vai para o acampamento com a intenção de passar horas cozinhando, certo? Por esse motivo, deve-se optar por comidas de preparo fácil.

Faça um planejamento e separe as refeições em grupos: café da manhã, lanches intermediários, almoço e jantar. Dessa forma, é mais simples elaborar o cardápio e determinar a quantidade de cada item. Veja a lista de alimentos sugeridos:

  • pão de forma;

  • biscoito;

  • tapioca;

  • ovo;

  • presunto e mussarela;

  • fruta (banana, maçã, tangerina, pera, laranja);

  • café;

  • suco;

  • arroz;

  • macarrão;

  • molho de tomate;

  • queijo ralado;

  • feijão cozido;

  • farofa pronta;

  • legumes (batata, cenoura, cebola);

  • bife de hambúrguer;

  • temperos em pó e/ou desidratados.

Com essas opções é possível preparar os lanches para os passeios, como um sanduíche natural, e elaborar as refeições principais sem maiores complicação.

3. Evite alimentos perecíveis

A durabilidade dos alimentos deve ser considerada ao escolher a comida de acampamento. Algumas verduras e legumes, como alface, abobrinha e tomate, estragam com muita facilidade e podem não sobreviver ao trajeto.

Apesar de delicioso, recomenda-se evitar o chocolate. Como ele derrete com facilidade, possivelmente você não vai conseguir degustá-lo a caminho daquela maravilhosa cachoeira.

Bônus: veja o que comer no café da manhã

Os campistas mais experientes gostam de preparar um café da manhã caprichado. Essa é uma estratégia eficiente para prolongar a saciedade e passar o dia fora da área de camping, alimentando-se somente com frutas e lanches.

Você pode montar uma refeição reforçada com as seguintes opções: omelete recheado com queijo, misto quente de frigideira, café com leite, suco e uma porção de fruta. Dessa maneira, nutre-se o organismo com as principais fontes de energia e ele fica preparado para as aventuras do dia.

Planejar a comida de acampamento é uma questão fundamental. Afinal, passar aperto no meio da natureza não é nada legal! Então, liste as suas preferências e vá às compras para garantir que tudo corra bem.

Agora que você já sabe como organizar esse detalhe tão importante do acampamento, veja as dicas para praticar o turismo de aventura e mete o pé, Jacaré!

 

Autor

Escreva um comentário

Share This